© Copyright 2019 por LEANDRO SOSI. Criado com Wix.com

Elaborar um valor de cachê de um profissional da voz é sempre uma arte à parte.

Como precificar um serviço tão subjetivo e artístico em meio à uma maçaroca incrivelmente complexa de variáveis como tipos de texto, duração, tipos de mídia, tempo no ar e praça de veiculação?

Primeiramente, penso que o valor de uma voz deva ser mensurado começando pela credibilidade transmitida ao ouvinte final. Locutores, na verdade, não vendem a própria voz. Eles vendem credibilidade. Qualquer um é capaz de ler um texto, mas nem todos são capazes de incorporar seu significado e despertar um sentimento desejado pelo cliente. Entregar palavras sedutoras, açucaradas e cheias de vida, antes apenas palavras inertes nas páginas de um roteiro. 

Uma segunda análise, um pouco mais técnica, deve ser feita em relação à identidade e ao tamanho da exposição da voz. Como? Explico.

Voz é identidade. Quando uma voz está atrelada a um produto, uma marca, um evento, um sistema, ela transmite uma emoção muito peculiar. Se uma voz está representando um certo produto, é anti-ético e anti-profissional gravar para outra marca, produto similar ou concorrente em uma mesma área ou período de atuação. Por este motivo, variáveis como tempo no ar, praça de veiculação e tipos de mídia, principalmente, devem sempre ser levadas em consideração na hora de elaborar um orçamento justo.

Restou alguma dúvida? Não hesite em entrar em contato ;-)